quinta-feira, 13 de maio de 2010

Filho da América Latina

Gente!
Uma mudança de Paradigma, transforma o destino de um povo... Percebemos que os fortes não recuam as idéias, mas as transformam em espetáculos para novos IDEAIS.
Educador: Natanael Steffen
CREF3 008348
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é a pessoa mais confiável para os brasileiros, segundo ranking com 27 personalidades elaborado pelo Datafolha, informa a reportagem de Fernando Barros de Melo.
Segundo a reportagem, Lula está à frente de apresentadores de TV como William Bonner e Silvio Santos, do padre Marcelo Rossi e de cantores como Roberto Carlos e Chico Buarque.
O presidente dos Estados Unidos,disse ao chegar para a abertura da reunião do G20, em Londres, que o presidente Lula é o político mais popular do mundo. Um vídeo da BBC Brasil mostra que, diante do primeiro-ministro da Austrália, Kevin Rudd, Obama cumprimentou Lula e disse num momento de descontração: Esse é o cara. Eu adoro esse cara. Em seguida, o presidente americano se dirigiu ao primeiro-ministro australiano e afirmou que Lula é o político mais popular do Mundo.
Órgão da ONU condecora Lula "campeão" do combate à fome
segunda-feira, 10 de maio de 2010 17:48 BRT

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta segunda-feira o título de "campeão mundial" no combate à fome e à desnutrição infantil. A condecoração foi dada pelo Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas.O anúncio foi feito pela diretora-executiva do órgão, Josette Sheeran. Em discurso nesta manhã, ela disse que o Fome Zero é uma estratégia "holística" e que o Bolsa Família inspira famílias brasileiras a terem responsabilidade.Sheeran mencionou a lista da revista Time em que Lula aparece como um dos líderes mais influentes do planeta. Ela citou, inclusive, uma frase do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que afirmou que o presidente brasileiro era o político mais popular do mundo.
Sheeran visitou programas para o combate à fome nos arredores de Brasília e mostrou-se contente com o que viu.(Reportagem de Natuza Nery)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito pela revista norte-americana Time um dos 25 líderes mais influentes do mundo, figurando no topo da lista anual da publicação, divulgada nesta quinta-feira (29). Apesar de aparecer como o número um da lista, a revista explicou, posteriormente, que não se trata de um ranking. Presidente do Brasil aparece entre as cem pessoas mais influentes

Além do presidente brasileiro, a revista traz os nomes das cem pessoas que mais se destacaram globalmente em diversas áreas.
No artigo de abertura da lista, o cineasta Michael Moore - convidado para escrever o perfil do presidente - lembrou a eleição de 2002, na qual Lula foi eleito pela primeira vez, e o “nervosismo” com que o Brasil aguardava a gestão do primeiro operário e sindicalista a assumir o governo.
A revista, que classificou o presidente brasileiro como um "genuíno filho da América Latina", destacou ainda o passado de Lula como sindicalista que, enfatiza a Time, chegou a ser preso por liderar um protesto.
Ao relatar projetos sociais idealizados pela gestão de Lula, como o programa Fome Zero, o cineasta afirma que os americanos têm uma "lição" para aprender com os brasileiros: segundo a publicação, enquanto o Brasil tenta chegar à condição de país de Primeiro Mundo, cada vez mais os Estados Unidos se parecem com um país de Terceiro.
Segundo a Time, Lula busca para o país o que os Estados Unidos chamavam de "O Sonho Americano"- uma das razões pela qual ele é tão popular.
Moore, que não esconde a admiração pelo presidente do Brasil, conclui o artigo destacando outra "lição" que, segundo ele, o resto do mundo deve aprender com Lula: "deixe as pessoas ter bom tratamento de saúde, e eles vão causar muito menos trabalho para vocês".
Confira também
Publicação, que apresenta personalidades de diversas áreas de atuação, apresenta outros 24 políticos mundiais, como o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; a ex-candidata à vice-Presidência Sarah Palim; entre outros. Além dos cem mais influentes, a Time apresenta ainda as pessoas com mais destaque nas redes sociais, como o ator Ashton Kutcher e o estilista Marc Jacobs.
Veja a lista completa da Time
Líderes
1. Luiz Inácio Lula da Silva
2. J.T. Wang
3. Admiral Mike Mullen
4. Barack Obama
5. Ron Bloom
6. Yukio Hatoyama
7. Dominique Strauss-Kahn
8. Nancy Pelosi
9. Sarah Palin
10. Salam Fayyad
11. Jon Kyl
12. Glenn Beck
13. Annise Parker
14. Tidjane Thiam
15. Jenny Beth Martin
16. Christine Lagarde
17. Recep Tayyip Erdogan
18. General Stanley McChrystal
19. Manmohan Singh
20. Bo Xilai
21. Mark Carney
22. Sister Carol Keehan
23. Sheik Khalifa bin Zayed al-Nahyan
24. Robin Li

"Por Lula, Índia abriria mão de sucessão na ONU, diz diplomata". Um representante indiano disputou e perdeu a indicação asiática para o coreano Ban Ki-mon, três anos atrás, por interferência dos EUA, mas o país "avalia que terá mais chances" no ano que vem. Se o brasileiro postular, a Índia apoiaria "por ver nele a personificação dos emergentes e da capacidade de mediação entre ricos e pobres". Aliás, o governo indiano "já sinalizou ao presidente Lula que, se estiver disposto, contaria com o apoio do Sul da Ásia"
Lula leva título de ‘Campeão Mundial na Luta Contra Fome’ pela ONU
Brasil sedia nesta segunda Dialogo Brasil-África sobre segurança alimentar.
Já receberam o mesmo prêmio Ban Ki-moon e Kofi Annan.
Nathalia Passarinho Do G1, em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é
condecorado pela ONU com o título de 'Campeão
Mundial na Luta Contra a Fome
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condecorado nesta segunda-feira (10) pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o título de “Campeão Mundial na Luta Contra a Fome”. O Brasil sedia nesta manhã o Diálogo Brasil-África sobre segurança alimentar, com a participação de ministros da Agricultura de países africanos e representantes da ONU.
“Lula, você deu o que há de mais importante ao povo: esperança. O Brasil alcançou todos os objetivos do milênio. (...)”, disse a diretora-executiva do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA), Josette Sheeram, antes de entregar o prêmio ao presidente. Em seu discurso, ela citou programas do governo Lula, como o Fome Zero, e destacou que a luta contra a fome pode gerar crescimento econômico.
“Programas de combate à fome são um bom negócio, criam empregos e crescimento econômico. O Brasil demonstrou ao mundo que lutar contra a fome tem um significado econômico. O Fome Zero custa menos de 2% do orçamento nacional. Além disso, a luta contra a fome tem um sentido político positivo”, disse Sheeram.
A distinção “Campeão Mundial na Luta Contra a Fome” do PMA é entregue anualmente a lideranças que se destacam em combater a falta de alimentos no mundo. Entre os ganhadores anteriores do prêmio estão Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU e Robert Zoellick, presidente do Banco Mundial.
Na abertura do Diálogo Brasil-África sobre segurança alimentar, o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, defendeu a atual política externa brasileira, que valoriza as relações com países africanos. “Tenho certeza que a cooperação entre o Brasil e a África nos tornará mais fortes e capazes de combater distorções”.
O Presidente Lula como Secretario Geral da ONU
O porta-voz da presidência palestina, Mohamed Edwan, afirmou nesta quarta-feira que espera que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja o próximo secretário-geral da Organização das Nações Unidas, cargo que atualmente é ocupado pelo sul-coreano Ban Ki-moon.
Durante a visita do presidente Lula a Ramallah, na Cisjordânia, o porta-voz do presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse à BBC Brasil que "vemos o presidente Lula como nosso irmão".
"Achamos que ele poderia ser um ótimo secretário-geral da ONU, pois é um homem de paz e de diálogo e sabe negociar de maneira inteligente e admirável", disse Edwan.
"O próprio presidente Abbas também pensa assim", acrescentou o porta-voz. Durante a inauguração da rua Brasil em Ramallah, os palestinos presentes aplaudiram de pé o presidente brasileiro e gritaram "Viva Lula!".
Para o primeiro-ministro palestino, Salam Fayad, que falou ao lado de Lula, "muitos dos que aplaudiram não entendem português, mas o presidente Lula fala uma língua universal, que todos entendem".
Sugestão
O palestino brasileiro Jamil Abu Fara, 26 anos e habitante da cidade de Hebron, estava na cerimônia e levantava um cartaz com os dizeres: "O Brasil está em nossos corações".
Abu Fara é um dos 5 mil palestinos de cidadania brasileira que moram na Cisjordânia. De acordo com o embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Al Zeben, também presente no evento, o número de palestinos moradores do Brasil é de cerca de 50 mil.
Para o embaixador, os palestinos brasileiros "podem ser uma ponte para estreitar os laços entre o povo brasileiro e o povo palestino".
O embaixador afirmou ainda concordar com o desejo do porta-voz da presidência palestina de que Lula se torne secretário-geral da ONU.
"O presidente Lula demonstrou ser um estadista muito importante, de estatura internacional", afirmou. Questionado sobre a proposta dos palestinos, o assessor da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, afirmou que "não é a primeira vez que ouço essa sugestão, (o presidente francês Nicolas) Sarkozy já havia sugerido isso no passado".

Nenhum comentário:

Postar um comentário