quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Prazer da Leitura

Educador: Natanael Steffen
CREF 008348
CIT.6614/10
A leitura, hoje, mais do que nunca, significa o encontro das pessoas com elas mesmas. Neste mundo em que a cultura visual ou oral se sobrepõe à escrita, de “globalização” de hábitos ou opiniões, a leitura desperta, aquele “terceiro olho” sem o qual o senso crítico, a individualidade (no sentido de independência de opinião, de liberdade) não se realiza.
A Leitura traz prazer, quando o individuo descobre que ela lhe dá o poder do conhecimento e a capacidade de associar idéias, planos, elemento aparentemente dispare ou dissociados do tempo e no espaço. A leitura agiliza nossa inteligência objetiva e subjetiva. Objetiva , É tudo que pode ser compreendido materialmente, tecnicamente (podemos materializar). Subjetiva compreensão daquilo que não podemos tocar, nossos sentimentos, o sentido da vida, nosso “estar no mundo”. Quando a pessoa descobre que podemos ir a qualquer lugar com um livro na mão e que, com ele, nunca estarão sozinha, ai a leitura passa a fazer parte de suas prática cotidiana. O prazer estaria incluído nestas descobertas. Ler é um excelente passatempo no sentido literal. Você viaja por outros mundos, mergulha em outra realidade sem se alienar desta e o tempo passa.
Além disso, a brincadeira e o humor estão sempre presentes em vários livros que lemos. Eles nos devolvem a vida por outro viés. O retorno disso é extremamente prazeroso.

Revista Mundo Jovem nº296 – 05/1999 pg.06

Nenhum comentário:

Postar um comentário