quinta-feira, 28 de abril de 2016

História das Olimpiadas : Simbolos Olimpicos : Anéis Olimpicos

ESCOLA BASICA MUNICIPAL HERBERT DE SOUZA
DISCIPLINA EDUCAÇÃO FÍSICA
Professor: Natanael Steffen -  CREF 3 008348

1. HISTÓRIA DAS OLIMPÍADAS
Os jogos olímpicos tiveram origem na cidade de Olympia, na Grécia Antiga, local onde se realizavam competições de diversas modalidades esportivas entre as cidades da Grécia. Esses jogos eram realizados em homenagem aos deuses e o ganhador voltava para as suas cidades exaltados como heróis. Além do motivo religioso os jogos eram realizados como uma espécie de confraternização entre as cidades gregas para manter a paz e a harmonia.
Os primeiros jogos olímpicos da era moderna foram realizados em Atenas, em 1896, participaram destes jogos 285 atleta de 13 países, disputando provas de atletismo, esgrima, luta livre, ginástica, halterofilismo, ciclismo, natação e tênis. Os vencedores das provas foram premiados com medalhas de ouro e um ramo de oliveira. Frequentemente se utiliza o termo Olimpíada para designar o evento dos jogos olímpicos.
Olimpíadas, tecnicamente, é o período de quatro anos compreendido entre uma edição e outra dos jogos olímpicos. Os jogos olímpicos acontecem de quatro em quatro anos e reúne atletas de quase todos os países do mundo.
 A premiação é dada para os três primeiros colocada de cada modalidade esportiva. Para o primeiro colocado, a medalha de ouro, para o segundo a de prata e para o terceiro a de bronze.
A classificação dos países vai acontecendo de acordo com a quantidade de medalhas de ouro obtidas, em caso de empate são contadas as de prata, persistindo o empate são contadas as de bronze.
Inicialmente os jogos eram disputados por atletas amadores. Só no século XX a competição foi aberta para atletas profissionais.
Os Jogos paraolímpicos são semelhantes aos jogos olímpicos, mas a estes é restrita a participação de atletas com algum tipo de deficiência física ou mental. Estes jogos iniciaram-se em 1948, organizando-se uma competição entre sobreviventes da segunda guerra mundial que possuíam lesões na medula.
Em pouco tempo, 1952, juntaram-se a eles competidores dos países baixos, tornando assim este um evento internacional. Os primeiros jogos envolvendo deficientes físicos, já semelhantes aos jogos olímpicos, aconteceram em Roma, em 1960. Ficaram conhecidos como jogos paralímpicos.
Somente em 19 de Junho de 2001 é que foi oficializada a realização dos jogos paraolímpicos paralelamente aos jogos olímpicos, através de um acordo entre o Comitê Olímpico Internacional e o Comitê Paralímpico Internacional.
O logotipo do Comitê Paraolímpico Internacional é constituído de três cores: o vermelho, o azul e o verde, que simbolizam mente, corpo e espírito. Este se tornou também o lema do CP
2. SÍMBOLOS OLÍMPICOS
Bandeira: O símbolo das olimpíadas é composto por cinco anéis entrelaçados, representando os cinco continentes: Oceania (verde), Ásia (amarelo), África (preto), Europa (azul) e América (vermelho), cada representado por uma cor. –
Lema:Citius, Altius, Fortius (O mais rápido, o mais alto, o mais forte) foi proposto pelo Barão Pierre de Coubertin quando da criação do Comitê Olímpico Internacional em 1894.
Tocha: Na maior parte, as lendas dos povos antigos afirmam que o fogo foi enviado dos céus como dádiva divina. Na mitologia grega, Prometeu roubou o fogo dos deuses no monte Olimpo e deu-o aos humanos. O fogo era tão importante, que em algumas sociedades mantinha-se acesa uma chama perpétua. Na Grécia, muitas casas tinham uma lareira sagrada, que representava a vida ou o espírito das pessoas. Durante os primeiros Jogos Olímpicos, em 776 a.C., realizou-se o sacrifício de cem bois a Zeus, e um sacerdote ficou postado na extremidade do estádio, segurando uma tocha. Os atletas correram até a extremidade do estádio em direção ao sacerdote, e o vencedor teve o privilégio de apanhar a tocha e acender o fogo do altar para os sacrifícios. A chama queimou simbolicamente durante os jogos em honra a este sacrifício oferecido a Zeus.
 Os jogos Olímpicos originais destinavam-se a atiçar as chamas da adoração. Surgiram como festividades religiosas em honra a Zeus, supremo entre os deuses do Olimpo. Tais jogos foram realizados a cada quatro anos de 776 a.C. à 394 d.C., quando o "cristianizado" imperador romano Teodósio "decretou que as festividades pagãs deviam cessar". A Grécia, que na época fazia parte do Império Romano, obedeceu. Tão irrevogável foi tal decreto romano, que no decorrer dos séculos o local original dos jogos olímpicos ficou perdido e permaneceu desconhecido até o século XIX.
 Daí sua redescoberta deu origem ao desejo de reavivar a tradição olímpica, de modo que em 1896 foram realizados os "Primeiros Jogos Olímpicos Modernos" pelo Barão francês Pierre de Cobertin, sendo a Primeira Olimpíada Moderna em Atenas. Desde então, todas as Olimpíadas começam com o acendimento da tocha, e terminam quando é apagada a tocha. Toda cerimônia de abertura começa a ser falada em francês e depois a língua do país. Essa é mais uma homenagem ao francês Pierre.
 Hino: Oh! Arcaico espírito imortal, imaculado pai da beleza, da grandeza e da veracidade, desça, se faça presente e faça brilhar aqui e mais além, na Glória de sua Terra e Céu. Na corrida, na luta e no arremesso, faça brilhar o ímpeto das nobres competições, modelando com aço e dignidade o corpo, coroando-o com a imperecível rama do louro. Campos, montanhas e mares se vão contigo tal como um alvi-rubro magno templo, para o qual se conduz aqui como seu peregrino, oh! Arcaico espírito imortal, cada nação.
Juramento: O juramento olímpico é feito por um atleta e um juiz durante a Cerimônia de Abertura de cada edição dos Jogos Olímpicos. O atleta, membro da delegação do país anfitrião, segura uma ponta da bandeira olímpica e recita o texto escrito pelo Barão de Coubertin e levemente alterado desde então. O texto fala de respeito às normas e às regras dos Jogos, espírito esportivo, combate ao uso de doping e glória ao esporte; Desde Munique 1972, também há um juramento feito por um árbitro. Segurando uma ponta da bandeira olímpica, o árbitro fala sobre imparcialidade, respeito e espírito esportivo. O atleta, da equipe do país organizador dos Jogos, segurando uma ponta da bandeira olímpica, recita o juramento: Em nome de todos os competidores, prometo que participaremos nestes Jogos Olímpicos, respeitando e seguindo as regras que os regem, comprometendo-nos a um desporto sem dopagem e sem drogas, com o espírito verdadeiro do desportismo, para glória do desporto e honra das nossas equipes. O árbitro, normalmente também do país organizador, recita: Em nome de todos os júris e árbitros, prometo que cumpriremos as nossas funções durante estes Jogos Olímpicos em total imparcialidade, respeitando e seguindo as regras que os regem, num espírito de desportismo.
Coroa de louro: A origem do uso da coroa de louros está no mito de Dafne, uma ninfa que transmutara-se em um pé de louro para fugir de Apolo. O deus, então, fizera com as folhas uma coroa, com a qual passou a ser representado.
 Na Grécia Antiga, em vez de receberem as atuais medalhas de ouro, prata e bronze, os atletas eram premiados com as coroas de pequenos ramos de oliveira entrelaçados, que representavam a suprema glória para a alma grega. Na mitologia grega este era um dos símbolos usados por Apolo, deus da Luz, da Cura, da Poesia, da Música e da Profecia, protetor dos atletas e dos jovens guerreiros. Em Atenas, a coroa de louros como símbolo de distinção e glória foi substituída pelos ramos de oliveira, considerada a árvore protetora da cidade. Apesar de não ter valor material, a coroa tinha um significado muito especial para os atletas e para a cidade de onde provinham, que os receberiam com grandes festas e criando estátuas em homenagem aos vencedores. A coroa de louros, ou láurea, então, passou a simbolizar a vitória, sobretudo nos Jogos Olímpicos.


3. PAÍSES SEDE DE TODAS AS OLIMPÍADAS DA ERA MODERNA
1896 - Atenas – Grécia
1900 - Paris – França
1904 - Saint Louis - Estados Unidos
1906* - Atenas – Grécia
1908 - Londres - Reino Unido
1912 - Estocolmo – Suécia
1916 - Não realizada
1920 - Antuérpia – Bélgica
1924 - Paris – França
1928 - Amsterdã – Holanda
1932 - Los Angeles - Estados Unidos
1936 - Berlim – Alemanha
1940 - Não realizada
1944 - Não realizada
1948 - Londres - Reino Unido
1952 - Helsínque – Finlândia
1956 - Melbourne – Austrália
1960 - Roma – Itália
1964 - Tóquio – Japão
1968 - Cidade do México – México
1972 - Munique - Alemanha Ocidental
1976 - Montreal – Canadá
1980 - Moscou - União Soviética
1984 - Los Angeles - Estados Unidos
1988 - Seul - Coreia do Sul
1992 - Barcelona – Espanha
 1996 - Atlanta - Estados Unidos
2000 - Sydney – Austrália
2004 - Atenas – Grécia
2008 - Pequim – China
2012 - Londres - Reino Unido
2016 - Rio de Janeiro – Brasil
2020 - a ser escolhida em 2017
2024 - a ser escolhida em 2021
2028 - a ser escolhida em 2025


 4. CURIOSIDADES OLÍMPICAS
1. O norte-americano EarleMeadows, após uma intensa disputa contra os japoneses ShuheiNishida e Sueo Oe e contra seu compatriota William Sefton, conquistou a medalha de ouro na prova do salto com vara no Atletismo dos Jogos Olímpicos de 1936, disputados em Berlin, Alemanha. Sefton terminou em quarto lugar e os japoneses deveriam decidir entre eles quem ficaria com a medalha de prata ou a de bronze. Ambos recusaram-se a saltar e, por sorteio, decidiram que Nishida ficaria com a medalha de prata e Oe com a de bronze. Após retornarem ao Japão, Oe e Nishida foram a um joalheiro, que cortou as duas medalhas ao meio e as uniu formando duas novas medalhas que eram metade prata e metade bronze. Uma ficou com Nishida e outra com Oe.
2. O palco da Primeira Olimpíada da Era Moderna, realizada em Atenas em 1896, foi o Estádio Panathenaic. A base do estádio era composta por uma estrutura de mármore, feita no século IV a.C.
3. O Cabo de Guerra foi um esporte olímpico entre os anos de 1900 e 1920.
4. Na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos os atletas da delegação da Grécia são os primeiros a desfilarem. Logos após vem os atletas do país sede e na seqüência os dos outros países em ordem alfabética.
5. Foi somente a partir das Olimpíadas de Londres (1908) que os atletas passaram a desfilar de forma organizada na cerimônia de abertura. Antes de 1908, os atletas entravam e saíam do estádio sem qualquer organização.
 6. O lema das Olimpíadas, "Citius, Altius, Fortius", foi criado pelo francês Henri Didon para os jogos de Paris (1900). O lema, que traduzido significa "mais rápido, mais alto, mais forte" é usado até a atualidade.
 7. Apenas cinco países participaram de todos os Jogos Olímpicos da era moderna. São eles: Grécia, Grã-Bretanha, Suíça, França e Austrália.
8. Na Grécia Antiga, os atletas gregos faziam várias orações aos deuses do Olímpo para que os jogos acontecessem sem problemas e de forma justa.
9. A famosa frase "O importante não é vencer, é participar" é de autoria de um bispo da Pensilvânia (EUA) é foi pronunciada num discurso para os atletas, antes das Olimpíadas de Londres (1908).
10. A famosa bandeira olímpica, com cinco arcos representando os continentes, foi elaborada por Pierre de Coubertin, em 1913.
11. Em 1916, não foram realizados os Jogos Olímpicos de Berlim em função da Primeira Guerra Mundial.
12. As Olimpíadas de 1944, que deveriam ocorrer em Londres, também foram canceladas, pois a Europa estava quase toda envolvida na Segunda Guerra Mundial.
13. Várias modalidades curiosas já fizeram parte das Olimpíadas: Doze Horas de Ciclismo (1896), Levantamento de peso com apenas uma mão (1896 a 1904), Cabo de Guerra (1900 a 1920), Tiro ao pombo (1920) e Voo livre de planador (1936), Jogo da Palma (1908), Motonáutica (1908) e arremesso de dardo e disco com as duas mãos (1912).
14. Nas Olimpíadas de Melbourne (Austrália), em 1956, uma atleta tcheca e um norte-americano namoraram na Vila Olímpica. No auge da Guerra Fria, o namoro originou um incidente diplomático entre os dois países.
15. Durante os Jogos Olímpicos de Tóquio (1964), um judoca japonês cometeu suicídio após ser derrotado numa luta.
 16. Nas Olimpíadas de Estocolmo (Suécia), em 1912, um maratonista português desmaiou durante uma prova e morreu no dia seguinte no hospital. Foi apontada insolação como causa da morte.
17. O sueco Oscar Swahn foi o atleta mais velho a conquistar uma medalha em Jogos Olímpicos. Com 72 anos, ele ganhou medalha de prata na competição de tiro durante as Olimpíadas da Antuérpia (Bélgica), em 1920.
18. A primeira mulher a ganhar uma medalha de ouro na história dos Jogos Olímpicos foi a britânica Charlotte Cooper. Ele conquistou o torneio de tênis feminino nas Olimpíadas de Paris (1900).
19. O atleta que mais ganhou medalhas olímpicas foi o nadador norte-americano Michael PhelNos Jogos Olímpicos de Atenas (2004) e Pequim (2008) ele ganhou, no total, 14 medalhas.
20. Foi somente a partir das Olimpíadas de Londres (1948) que as provas de natação começaram a ser realizadas em piscinas.
21. Os atletas que domonstram espírito olímpico durante os jogos são premiados pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) com a medalha Pierre de Coubertin.


5. ESPORTES OLÍMPICOS DA ATUALIDADE E OS QUE JÁ FORAM OLÍMPICOS
Esporte é sempre esporte, porém, nem todo esporte é olímpico. Quem decide se um esporte entra ou não em um programa olímpico é o COI. Como regra geral, um esporte é considerado olímpico se ele é praticado por homens em, no mínimo, 75 países e quatro continentes e, no caso das mulheres, se é praticado, no mínimo em 40 países e três continentes. Mesmo se enquadrando na regra geral, isto não significa que o esporte estará incluído no programa dos próximos Jogos Olímpicos. Para evitar um número gigantesco de esportes e, consequentemente de atletas, inviabilizando assim, a organização dos Jogos, o COI definiu que um esporte só entra se outro sair. Novamente essa decisão de quem entra ou sai é realizada pelo COI, que analisa cada modalidade. De qualquer maneira, nenhum esporte é incluído no programa no ano de realização dos Jogos. O esporte deve ser admitido no programa, com 7 anos de antecedência dos Jogos em questão.
Ano em que os esportes passaram a integrar o programa dos Jogos Olímpicos
Atletismo 1986
Hipismo 1900
Softbol 1996
Badminton 1992
Hóquei na grama 1908
Taekwondo 2000
Basquete 1936
Judô 1964
Tênis 1896*
Beisebol 1992
Levantamento de peso 1896
Tênis de mesa 1988
Boxe 1904
Luta 1896
Tiro esportivo 1896
Canoagem 1963
Natação 1896
Tiro com arco 1900
Ciclismo 1896
Nado sincronizado 1984
Triatlo 2000
Esgrima 1896
Pentatlo moderno 1912
Vela 1900
Futebol 1900
Pólo aquático 1900
Vôlei 1964
Ginástica 1896
Remo 1900
Vôlei de praia 1996 *
Handebol 1972
Saltos ornamentais 1904
O Tênis foi esporte olímpico de 1896 a 1924.
Em 1968 transformou-se em esporte de exibição, voltando ao programa olímpico em 1988.
Esportes que já foram olímpicos.
 Arremesso de disco e dardo com as duas mãos (1912) .
 Arremesso de pedra de 6,4 quilos (1904) .
Cabo-de-guerra (1900 a 1920) .
Corrida de barcos (1908) .
 Críquete (1900) .
 Doze Horas de Ciclismo (1896) .
 Golfe (1900 e 1904) .
 Levantamento de peso com uma só mão (1896 a 1904) .
Pólo (1900, 1908, 1920, 1924, 1936) .
 Rúgbi (1900, 1908, 1920 e 1924)

 Quarenta e duas Modalidades olímpicas 2016


 


Nenhum comentário:

Postar um comentário